05/ 09/ 2007 - POSSE

Novo comando na Faculdade de Comunicação

À frente da FAC/UnB, David Renault e Nélia Del Bianco querem
debater mudanças curriculares e buscar parcerias

MARCELA HEITOR
Estagiária da UnB Agência

Roberto Fleury/UnB Agência  
 

O reitor Timothy Mulholland deu posse a David Renault em cerimônia no dia 5

 

Depois de quatro anos na direção da Faculdade de Comunicação (FAC) da Universidade de Brasília (UnB), a professora Dácia Ibiapina passou o cargo de diretora ao professor David Renault. A nova gestão, que se inicia em setembro de 2007 e segue até 2011, promete reformas para diversos laboratórios, estúdios e salas da faculdade; maior incentivo para a pós-graduação; parcerias com empresas públicas e privadas e discussões sobre mudanças curriculares dos cursos. A nova vice-diretora da FAC, Nélia Del Bianco, assume o cargo antes ocupado pelo professor José Ferreira, com o compromisso de aumentar a atuação da FAC na sociedade civil.

Os novos diretores foram empossados pelo reitor da UnB, Timothy Mulholland, e pelo vice-reitor, Edgar Mamiya, em cerimônia realizada na manhã de 5 de setembro, no auditório da FAC. No local, estavam presentes professores, alunos e funcionários da faculdade, além de amigos dos dois empossados. “É uma dupla promissora. Tanto Renault quanto Nélia são profissionais empreendedores, de iniciativa. Eles darão uma injeção de ânimo na FAC e, com certeza, serão protagonistas de grande crescimento para a instituição”, avalia o professor aposentado Ubirajara da Silva e diretor da FAC em 1994.

  Roberto Fleury/UnB Agência
 
  Renault: prioridade para reformas na estrututa da FAC

AÇÕES - Para o novo diretor da FAC, o professor de Jornalismo David Renault, a posse é mais um desafio que ele assume em sua trajetória acadêmica na UnB, iniciada em 1993. Ele afirma que, apesar de estar ciente das dificuldades e dos problemas que encontrará pelos próximos quatro anos, os sonhos e desejos de construir uma faculdade melhor ainda são maiores. "Nossa prioridade é reformar os laboratórios da FAC, deixando uma estrutura física mais adequada para os trabalhos. Também daremos mais atenção à pós-graduação, aos projetos de pesquisa e extensão da FAC e à discussão sobre reforma curricular dos cursos", adianta.

Na lista das principais urgências da FAC, Renault coloca a reforma do mezanino, da pós-graduação, do Centro de Documentação, dos estúdios A e B e das salas de aula. “Também é preciso manter os laboratórios sempre atualizados, porque a faculdade trabalha com tecnologias que mudam com freqüência. A ampliação dos quadros de professores e funcionários é igualmente essencial, mas isso depende mais do governo federal que da UnB”, explica. Em relação à pós-graduação, Renault espera ampliar o raio de ação e apoiar mais propostas de pesquisa para manter o nível de excelência do curso já conquistado pela FAC.

ABRIL E GLOBO - O novo diretor também pretende continuar com as parcerias iniciadas na gestão anterior com empresas privadas, como a realizada com a Editora Abril em 2006, na qual os estudantes tiveram aulas com os profissionais da organização. Para 2008, a FAC finaliza um acordo semelhante com a Rede Globo. O diretor espera ainda ampliar o intercâmbio da FAC com outras instituições de ensino superior do Brasil e exterior e incentivar parcerias dentro da própria universidade, com a TV UnB, a Assessoria de Comunicação da UnB e a futura Rádio UnB, ainda sem previsão para ficar pronta.

  Roberto Fleury/UnB Agência
 
  Segundo Nélia, a ação imediata é pôr o semestre em ordem

A nova vice-diretora da FAC, professora de Radiojornalismo Nélia Del Bianco, acredita que, como a posse acontece depois da greve dos funcionários da UnB, a ação imediata da direção será pôr o semestre em ordem e normalizar as atividades da faculdade. Nélia também está disposta a lutar contra a carência de recursos na FAC. “Vamos cobrar o bom gerenciamento do pouco dinheiro que temos e ampliar os acordos firmados com a sociedade civil. Queremos melhorar o que a gestão anterior conseguiu fazer tão bem”, explica.

Os novos chefes dos departamentos de Jornalismo (JOR) e de Audiovisuais e Publicidade (DAP), cargos com mandatos já vencidos, serão escolhidos em eleições futuras, previstas para outubro de 2007, e independentes da nova diretoria. Já os coordenadores da pós, graduação e extensão podem ser escolhidos livremente ou por indicação dos recém-empossados diretores.

GESTÃO ANTERIOR - No dia em que deixa o cargo assumido em 2003, a ex-diretora da FAC Dácia Ibiapina avalia positivamente sua gestão. "Ser diretora é um desafio enorme, que traz uma experiência acadêmica muito boa. Aprendi muito com o cargo e, hoje, vejo que conheço mais a FAC, a UnB e o ensino superior brasileiro", analisa. Ao relembrar a trajetória de todas as seis direções da FAC, Dácia constata que, diante de tantos piauienses, paulistas, catarinenses, goianos e cearenses, a FAC, assim como a UnB e Brasília, é "terra de ninguém e ao mesmo tempo de todos que se oferecem para fazer parte dela".

Entre os momentos mais marcantes dos quatro anos à frente da direção, Dácia lista a implantação de novos laboratórios na FAC, como o de edição e audiovisual, o multimídia e o de publicidade; a reforma da sala de redação do jornal laboratório Campus; a contratação de seis novos professores para os departamentos; a realização, em 2006, do congresso Intercom, que reuniu cerca de 3,5 mil pesquisadores de comunicação de todo o país e do exterior na UnB; a aposentadoria do professor e jornalista Carlos Chagas, que muito enriqueceu a faculdade durante seus anos de atividade; e a morte de dois servidores da FAC, um em 2005 e outro em setembro de 2007, que tocou Dácia profundamente.

 
 

A FAC HOJE

Renault e Nélia assumirão a sétima direção da Faculdade de Comunicação (FAC) da Universidade de Brasília (UnB). Criada em 1990, a faculdade funcionou como departamento da UnB por 27 anos, de 1962 a 1989. Atualmente, possui 38 professores do quadro (seis contratados na gestão anterior) e oito substitutos. Nos últimos quatro anos (gestão da Dácia), 462 alunos se formaram na FAC e, hoje, cerca de 670 estão matriculados nas três habilitações da faculdade (Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Audiovisuais).

PERFIL

David Renault é professor da Universidade de Brasília (UnB) desde 1993 e ocupará pela primeira vez o cargo de diretor da Faculdade de Comunicação da instituição. É graduado (1975, UnB) e mestre (1997, UnB) em Comunicação Social - Jornalismo e doutor em História (2006, UnB). Trabalhou em redações de jornais como O Globo, Correio Braziliense e Estado de São Paulo, além de revistas da Editora Abril, como a Exame.

Nélia Rodrigues Del Bianco é jornalista, produtora radiofônica, professora da Faculdade de Comunicação da UnB desde 1993, mestre em Comunicação pela UnB e doutora em Comunicação-Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da USP. Foi vice-diretora da FAC no período de 1994 a 2007. Coordenou, entre 1995 e 2000, o GT Rádio da Intercom, que recebeu o Prêmio Luiz Beltrão de Ciências da Comunicação de 2000 na categoria grupo inovador. Há mais de 10 anos, se dedica à produção de programas radiofônicos educativos para várias instituições públicas e não governamentais.